2 de julho de 2007

De-Talhes


A natureza e a cultura humana convivem em permanente dialéctica reconstrutiva, nem sempre sendo clara a destrinça destes dois mundos. De-Talhes propõe um olhar sobre este contínuo compromisso, procurando mostrar alguns talhes na natureza, tidos como inalterados e, outros, quotidianos, que suportam estilos de vida tal como os conhecemos hoje, profundamente alterados pelas trocas e enxertias da paisagem, das pessoas e dos hábitos. Da ideia de natureza aparentemente intacta, à representação de uma sociedade emancipada do mundo natural, De-Talhes sugere antes de mais, uma visita a algumas coisas simples que nos rodeiam e aos seus significados, sempre variáveis, sempre humanos…
_____________________
De-Talhes
Exposição de fotografia (2 a 23 de Julho)
Foyer do Centro Cultural de Redondo
... e aqui
Todas as fotos a apresentar aqui não reflectem inteiramente as fotos expostas no CCR: nem em resolução nem no corte.

3 comentários:

malmequers disse...

Quando a nossa objectiva capta um (de)talhe, ele perdeu a sua simplicidade, o seu anonimato. Passa a fazer parte da nossa existência, possuímo-lo, perpetuamo-lo...
Pela qualidade a que nos habituas-te, imagino que seja uma exposição interessante!

Q&Q disse...

Excelente!

Feliz e Forte disse...

Registo magnífico.