6 de outubro de 2009

Um exercício de duplipensar na SIC Notícias

O outrora sociólogo Augusto Santos Silva não só gosta de malhar na direita [e no que estiver à mão] como o gosta de fazer com ponta de sarcasmo. E algum prazer também. O discurso assente em antinomias racionais como o célebre duplipensar do 1984 de George Orwell ("guerra é paz | liberdade é escravidão | ignorância é força"), elevam este digno ministro do Ministério da Verdade, a um estatuto só reservado a notáveis como o mestre Goebbels ou Mohammed Saeed al-Sahhaf, o inusitado ministro  iraquiano da informação.

4 comentários:

EM ROID HALL disse...

aliado ao duplipensar vem o tiro na nuca e, esse sim, sela a alienação e a entrega da liberdade pessoal às mãos de uma qualquer força ou entidade exógena à vontade individual.

e tu, quantos tiros na nuca já levaste?

Alexandre disse...

Tenho um de nascença.

Anónimo disse...

Liberdade

Será que somos totalmente livres? Parece-me que somos, em geral, prisioneiros dos nossos preconceitos; escravos do "bem parecer"
Só é livre quem assume as suas convicções, quem diz de uma forma aberta aquilo que pensa, quem age coerente com os seus pensamentos, quem sorri apenas a quem gosta ou simpatiza. Quantos poderão dizer que o fazem?
Quantos podem dizer: eu não sou hipócrita.
Quantos podem dizer que não se importam com o que os outros dizem de si?

Ignorância

A sociedade portuguesa mostra que a ignorância vai vencendo, aliada à aparência e ao poder.
Quem tem o dom de ser bom falador, chega bem alto (veja-se o caso do demagogo do paulo portas)

Anónimo disse...

"Guerra é paz"

Isso foi oque bush fez em nome da luta contra o terrorismo.

Para combater o terrorismo, e portanto para se ter paz, use-se os mesmos métodos, ou seja a guerra.
Guerra a oriente pela paz no ocidente.Terrivel

E genocidios pelo mundo fora vão sendo cometidos em nome da luta contra o terrorismo.
Violações graves dos direitos humanos foram cometidos perante a apatia de muitos ocidentais.