5 de janeiro de 2010

Cruzada contra os paneleiros e fufas

Um grupo de «bons cristãos» ofendidos com a possibilidade de os paneleirosfufas poderem vir a casar, entregam hoje uma petição com noventa mil assinaturas na Assembleia da República. O objectivo desta cruzada é chutar a questão do casamento entre pessoas do mesmo género para um referendo nacional. Para além da possibilidade de a escolha popular não ser vinculativa (é necessária a mobilização de mais de metade dos eleitores deste piqueno país), a realização de um referendo sobre esta matéria é tanto parva quanto ressabiada pois apenas pretende desacreditar ainda mais as legítimas competências da Assembleia da República em assuntos que não dizem objectivamente respeito à generalidade dos cidadãos e que, dizendo, remetem necessariamente para a estabilização da universalidade dos direitos constitucionalmente consagrados. E essa, não pode ser uma decisão sujeita às veleidades de maiorias culturais, religiosas ou outras.

O grande martírio da mandatária da Plataforma Cidadania e Casamento, Isilda Pegado, é a possibilidade de os casais homossexuais poderem vir a adoptar crianças, igualando os direitos destes desviados com os das pessoas saudáveis. Mas essa, é uma questão tabu, atendendo à quantidade de crianças maltratadas no seio de famílias tradicionais... e à hedionda loucura historicamente patrocinada pela Igreja Católica.

2 comentários:

Anónimo disse...

És uma pessoa doente e cruel, deves ser uma pessoa muito má amada, somos filhos do mesmo Deus e tu "NÃO ÉS MELHOR QUE NINGUÉM",quem achas que és para julgar alguém? o que chamas de desviados? o que achas doentio? a tua atitude sim é doentia e perigosa, pessoas como tu dão asco e só merecem o desprezo e repugno.

Alexandre disse...

Não compreendi se esta opinião (do comentador anterior) se refere ao autor do post (e, nesse caso, falha o alvo) ou se pretende atingir a sr.ª D. Isilda Pegado.
Agradeço ao sr. anonymous que esclareça essa dúvida.